Fox, Globo e poder

A Fox tenta chegar com tudo no Brasil através da TV por assinatura. O canal já tem os direitos de exibição da Libertadores na TV paga. Mas a SKY e a NET, especialmente, não parecem muito dispostas a ter o canal em seu line-up. Alguém duvida que tem dedo da Globo no processo?
A Globo tem participação nas ações da Sky e da NET, e todos os canais Globosat chegam rapidamente ao line-up das operadoras. Quando uma operadora quer, ela consegue inserir um novo canal rapidamente, como é o caso da TVA, que terá a FOX Sports a partir do dia 15 de Fevereiro.
Não é a primeira vez que isso acontece. Aliás, a Record News até hoje só está presente nas operadoras sem vínculos Globais. Assinante da NET e da SKY só consegue ver o canal “24 horas de plantão” na parabólica.
Até que ponto o uso de tais artifícios não mancham a imagem e reputação da maior emissora de TV do Brasil? Até que ponto a justiça brasileira não pode intervir para que seja respeitada a concorrência de canais de televisão?
A proposta de investimento da FOX Sports pode ser muito benéfica ao mercado no Brasil. E com a nova lei que obriga os canais pagos a produzir programas brasileiros, a chegada de novos canais pode aquecer ainda mais a produção audiovisual no Brasil.
A Globo pode até merecer o poder que tem. Mas não deveria abusar dele.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s