Cinema sozinho e fluxo de consciência

Muita gente não vai ao cinema sozinho. Eu vou.

Se ninguém quer ou pode ver o filme comigo, vou ver o filme.

Fui, assisti, me diverti, me emocionei. Em breve, vai ter crítica no Cinem(ação). Reencontrei, depois do filme, diversas caras conhecidas. Amigos de longe, conhecidos de tempos atrás, amigos. Tudo porque a chuva me impediu de ir correndo pro carro. Acho que é o destino, ou não.

Acho interessante pensar nessas coisas do destino. Será que há destino ou será que há apenas acasos? A vida é controlada por algo maior ou somente o livre-arbítrio nos é concedido? Um pouco dos dois, quiçá.

Anúncios

Um comentário em “Cinema sozinho e fluxo de consciência

  1. danielmiyagi disse:

    Gostei do blog coletivo de cinema que você participa. Fiquei meio receoso, porque como o nome é Cinem(ação) pensei que se tratava apenas de filmes de ação, e lamentei porque achava restritivo. Mas quando abri fiquei aliviado que me enganei.Fiz um post falando sobre a Mostra de SP e um festival de cinema brasileiro aqui no Japão, e no inítio do post falei isso que você, disse que também gosto e muitas vezes até prefiro ir no cinema sozinho.
    Cara queria ter essa sua capacidade de escrever em poucas palavras, fazer uma síntese e ao mesmo tempo estar tudo aí, parabéns!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s