Comentários desnecessários e deselegantes

A Monalisa Perrone foi atropelada por pessoas estúpidas. Que deselegante! Realmente, é caso de polícia. E pra quê?

Pior que isso, só as pessoas impressionantemente imbecis que acham bom o fato de Lula estar com câncer.

E a grande maioria das pessoas hipócritas, que querem que Lula faça o tratamento pelo SUS, são as primeiras que correriam para o Sírio Libanês caso tivessem câncer e dinheiro ou plano de saúde.

São as mesmas pessoas que não sabem que, mesmo com todas as deficiências da saúde pública no Brasil, os “Hospitais de Clínicas” de São Paulo, Campinas e Belo Horizonte estão entre os melhores hospitais públicos do mundo.

Essa coisa de “trollar” tudo o que surge por aí só mostra como o ser humano é maldoso e prefere gastar tempo emanando energias negativas que positivas. A maioria desses internautas é formada por adolescentes inúteis e adultos desocupados… todos, pessoas vazias.

Todo mundo já sabe que somos 7 BILHÕES de pessoas no mundo (isso é gente pra caralho!). Infelizmente, desconfio que 50% dessas pessoas são provavelmente desnecessários e certamente deselegantes.

Cinema sozinho e fluxo de consciência

Muita gente não vai ao cinema sozinho. Eu vou.

Se ninguém quer ou pode ver o filme comigo, vou ver o filme.

Fui, assisti, me diverti, me emocionei. Em breve, vai ter crítica no Cinem(ação). Reencontrei, depois do filme, diversas caras conhecidas. Amigos de longe, conhecidos de tempos atrás, amigos. Tudo porque a chuva me impediu de ir correndo pro carro. Acho que é o destino, ou não.

Acho interessante pensar nessas coisas do destino. Será que há destino ou será que há apenas acasos? A vida é controlada por algo maior ou somente o livre-arbítrio nos é concedido? Um pouco dos dois, quiçá.

Pan com queijo

e aí a Record comprou os direitos do Pan 2019 e a Globo comprou os direitos do UFC. As notícias foram liberadas no mesmo dia por mero acaso do destino?

O UFC definitivamente vai virar mania nacional. O Pan definitivamente vai virar marca de Record e dar muito dinheiro pra eles. Resta saber se a emissora da Barra Funda vai ouvir as reclamações de muitos telespectadores descontentes com o de Guadalajara. Acho importante que reclamem e que a Record adquira mais know-how na transmissão de jogos. Dizem que atletas reclamaram da pouca visibilidade na Record, embora estejam exibindo muito mais horas de competições que a Globo: afinal, fica difícil transformar o hábito que o telespectador brasileiro tem de assistir somente o canal do Jardim Botânico.

Com as classes A e B mais focadas nos esportes, a emissora fica muito visada… e haja gente reclamando da qualidade das transmissões.

Ou a Record dá um jeito e faz tudo com o “padrão Globo de Qualidade”, ou tenta acostumar o público do “padrão Record”… o que é infinitamente mais difícil.

Luzes Fracas

Não é sempre que eu escrevo textos ficcionais. Vez ou outra, no entanto, alguma coisa sai das pontas dos meus dedos, que teclam intermitentemente os botões do computador.

Há algum tempo, criei um blog para publica alguns destes textos. No entanto, gostaria de centralizar tudo aqui no Curyoso.

Aos poucos, vou publicar cada um dos meus textos (que não são muitos).

“Luzes Fracas” é um conto “de natal”. Foi escrito às vésperas do natal de 2009.  Já vou adiantando que você não vai rir: Continuar lendo